Últimas

6/recent/ticker-posts

Chacina em Vitória: homens se passam por policiais e tentam entrar em hospital onde sobrevivente está internado

 A segurança pediu para eles mostrarem os documentos. Eles teriam dito que tinham esquecido

Fonte: Folha Vitória

Homens se passaram por policiais e tentaram entrar no hospital, antigo São Lucas, onde está internado o sobrevivente da chacina da Ilha do Américo, em Santo Antônio, Vitória.

A informação foi passada por testemunhas, que disseram que dois homens tentaram entrar na unidade na noite de segunda-feira (28), pedindo para falar com o sobrevivente, mas eles foram barrados na entrada. A segurança pediu para eles mostrarem os documentos. Eles teriam dito que tinham esquecido. 

A Polícia Civil informou que as investigações sobre a chacina estão avançadas. O motivo do crime pode ser a guerra do tráfico, apesar das vítimas não terem envolvimento com nenhuma quadrilha.

Três jovens chegaram a ser conduzidos, segundo a polícia, como testemunhas dos homicídios na ilha. Eles foram ouvidos e liberados. Os conduzidos eram de Porto Novo, em Cariacica. O delegado responsável pelo caso informou que as buscas pelos suspeitos continuam, mas que até o momento ninguém foi preso. 

O caso


As vítimas da chacina na Ilha Dr. Américo de Oliveira são: Wesley Rodrigues de Souza, de 29 anos; Pablo Ricardo Lima, de 21; Vitor da Silva Alves, 19; e Yuri Carlos de Souza, de 21.

Pablo, Yuri e Wesley foram enterrados no Cemitério do bairro Santo Antônio, em Vitória, na tarde de terça-feira. Durante o velório dos três jovens, centenas de pessoas realizaram manifestação com fogos de artifício e cartazes. A reivindicação dos moradores era por justiça. O jovem Vitor, segundo informações dos familiares, foi enterrado em um cemitério de Cariacica.

Antes de serem mortos, os homens foram filmados. A polícia acredita que o responsável pelas imagens seria um dos autores do crime. Ainda de acordo com informações da polícia, outros dois homens estavam no local do crime, um deles mesmo baleado conseguiu fugir nadando do local e, em seguida, foi encaminhado ao hospital.

Postar um comentário

0 Comentários