Últimas

6/recent/ticker-posts

Saia do São Paulo e seja campeão? Diego Souza e Everton ganham título no Grêmio e aumentam o 'elenco'


Por - espn.com.br/

Everton chuta na trave, Diego Souza pega o rebote e abre o placar para o Grêmio na final do Campeonato Gaúcho contra o Caxias. O lance, que definiu o último gol tricolor na conquista do tricampeonato estadual, é simbólico para os dois jogadores, que agora fazem parte de um grupo cada vez maior: o de jogadores que ganharam títulos após deixarem o São Paulo.

Renato Gaúcho iguala Felipão em títulos, repete marca de 30 anos e já mira recorde de jogos pelo Grêmio

Ambos foram companheiros de ataque no Morumbi por meses. Juntos, Diego Souza e Everton ajudaram o São Paulo a liderar o Campeonato Brasileiro de 2018, mas o time perdeu fôlego no returno e acabou até fora da zona de classificação direta à Copa Libertadores.


Diego saiu primeiro, emprestado ao Botafogo, e foi campeão somente no Grêmio, para onde Everton foi encaminhado há poucos dias, em troca com Luciano. O atacante, é bem verdade, começou bem a passagem pelo São Paulo, com dois gols e uma assistência em quatro jogos.

Antes deles, outros jogadores e até treinadores já haviam conseguido conquistas que faltaram em suas passagens pelo Tricolor paulista, que não levanta uma taça desde dezembro de 2012, naquela Copa Sul-Americana cuja final contra o Tigre, da Argentina, nem chegou a ter um segundo tempo.


Veja abaixo a lista:

Fernandinho - saiu em 2012, antes da Sul-Americana, e venceu a Libertadores pelo Grêmio em 2017


Aloísio 'Boi Bandido' - saiu em 2013, foi campeão da Copa da China e da Supercopa Chinesa pelo Shandong Luneng, entre 2014 e 2015


Centurión - saiu em 2016 para ser campeão argentino por Boca Juniors (2017) e Racing (2019)


Edgardo Bauza - saiu em 2016 e levantou a Copa Argentina pelo Rosario Central em 2018


Buffarini - saiu em 2017, liberado ao Boca, onde venceu a liga e a Supercopa em 2019


Maicon - saiu em 2017, foi campeão nacional pelo Galatasaray, em 2018, e pelo Al-Nassr, em 2019


Rogério Ceni - demitido como técnico em 2017, venceu três títulos com o Fortaleza (Série B, Copa do Nordeste e estadual) entre 2018 e 2019

Postar um comentário

0 Comentários