Últimas

6/recent/ticker-posts

Operação registra redução de focos de calor no Pantanal

No dia 7 de agosto, eram 1.370 focos e, agora, foram registrados 368

Edição: Lana Cristina- EBC

Apesar de as chamas ainda serem preocupantes, as ações de combate aos incêndios no Pantanal tiveram um saldo positivo esta semana.


Dados divulgados nesta sexta-feira (14), pelo governo de Mato Grosso, apontam que os focos de calor contabilizados no bioma diminuíram 73% desde o início da Operação Pantanal II, deflagrada no último dia 7.


Segundo o Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional do estado, no início da ação foram registrados 1.370 focos e, nesta sexta-feira, foram observados 368 focos de calor.


Os combatentes conseguiram proteger uma área de mais de 26 mil hectares da Reserva Particular de Patrimônio Natural Sesc Pantanal. A área equivale a 10 vezes o arquipélago de Fernando de Noronha.


As equipes também controlaram as chamas nas proximidades da casa do senhor Dito Verde, morador mais antigo da reserva ambiental. A casa, de barro, é Patrimônio Cultural do Pantanal.


Mais de 130 agentes atuam no combate aos incêndios e defesa da maior planície alagável do mundo, que sofre com as chamas desde meados de julho. São bombeiros de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, além de militares da Força Aérea Brasileira, da Marinha e brigadistas do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).


Além dos equipamentos já disponíveis para a ação, nesta sexta-feira, mais um helicóptero do Ibama passou a atuar na região do Porto Jofre, no município mato-grossense de Poconé.


As estimativas apontam que uma área de 204 mil hectares foi atingida pelo fogo em Poconé e Barão de Melgaço.

Postar um comentário

0 Comentários