Últimas

6/recent/ticker-posts

Foto em rede social com liderança do motim da PM no Ceará gera afastamento de policiais do Raio


 Por

REDAÇÃO O POVO


Uma fotografia publicada em rede social de três homens do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) com um dos líderes do motim da Polícia Militar (PM) no Ceará motivou a abertura de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e o respectivo afastamento dos profissionais da segurança, por 120 dias, assim como o recolhimento da arma de fogo e de objetos funcionais. A abertura do processo foi publicado no Diário Oficial do Estado nessa quinta-feira, 13.




Os respectivos militares são identificados no Diário Oficial do Estado como Francisco Alex de Menezes Felinto, Kleber Jefferson Damasceno Jales e Jardem Oliveira Rodrigues. Entre o dia 18 de fevereiro e 1º de março, eles se juntaram aos militares amotinados no quartel do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM).


Conforme o relatório da Controladoria Geral de Disciplina, o crime se enquadra como revolta, do Código Penal Militar, por terem, na condição de militares, se reunido armados e com a finalidade de "desrespeitarem a ordem e a disciplina militares". De acordo com a publicação do Diário Oficial, o policiais terem posado para a foto ao lado do líder do movimento dos PMs, "em tese, demonstra afronta à disciplina militar", diz o relatório, que não cita o nome da liderança do movimento.

Postar um comentário

0 Comentários