Últimas

6/recent/ticker-posts

Aumento de monopólios gerou concentração de renda nos EUA, diz estudo do Fed

 Pesquisadores sugerem incentivar competição entre empresas e aumentar políticas de distribuição dos recursos


O aumento do número de monopólios de mercado, com setores inteiros nas mãos de poucas empresas, gerou concentração de renda e instabilidade financeira no mercado norte-americano nos últimos 40 anos.

É a conclusão de um estudo do Federal Reserve, o banco central dos EUA, de julho deste ano. A pesquisa foi tema de reportagem da Bloomberg nesta terça (18).


O material não reflete uma posição oficial do Fed, mas é de autoria dos economistas Jae Sim e Isabel Cairo.

 Para os pesquisadores, a desaceleração dos ganhos dos trabalhadores, mesmo com lucros empresariais em alta, seria derivada do surgimento de novos monopólios.

Cairo e Sim observam que a renda das famílias no topo da pirâmide norte-americana, entre os 5% mais ricos, triplicou entre 1983 e 2016.

A parcela mais pobre da população, porém, precisou de novos produtos financeiros para garantir crédito para pagar as despesas ou uma casa própria, por exemplo.

A consequência foi um aumento dos riscos de crédito no mercado financeiro e da alavancagem – ou seja, maximização da rentabilidade por meio de endividamento.

Para os autores, colocar em prática políticas públicas que permitam distribuir melhor a renda serão necessárias para frear crises econômicas no futuro próximo.


Entre as sugestões estão o aumento de alíquotas de imposto sobre dividendos de zero para 30%.


Cairo e Sim defendem que, caso o governo norte-americano tivesse implantado medidas do tipo há 30 anos, teria evitado metade do crescimento da desigualdade de renda.


Por a 


Postar um comentário

0 Comentários