Últimas

6/recent/ticker-posts

Homem é preso por incendiar a mata em reserva ao botar fogo no próprio carro



As chamas consomem, desde segunda (27), parte da Reserva Biológica Estadual de Araras, em Petrópolis, cidade serrana do estado do Rio. Uma área de quase seis quilômetros quadrados já foi devastada.

“Triste demais, muito triste de ver isso aí. Está me dando até vontade de chorar. Não aguento falar com vocês”, lamenta o pedreiro Benedito Trajano.

Setenta e dois bombeiros, 19 viaturas, além de um helicóptero, participam da maior operação de combate a incêndio florestal da região em 2020. Segundo a polícia, tudo começou com uma tentativa de aplicar um golpe.

Hélio Barroso Martins, 66 anos, aposentado, era dono de um carro tipo perua e acabou preso em flagrante. Ele chegou pedindo ajuda aos policiais de Petrópolis, disse que tinha sido vítima de uma tentativa de roubo de carro e que os bandidos atearam fogo no carro dele. As chamas se alastraram e atingiram a mata. Mal sabia ele que a polícia tinha desconfiado da versão do aposentado e descobriu uma outra história.

Os policiais ouviram testemunhas e visitaram 20 postos de combustível. Em um deles, encontraram imagens que mostram o aposentado comprando gasolina num galão. O objetivo teria sido receber o seguro pelo veículo.


“Ele foi preso em flagrante pelo delito de estelionato tentado, já que ele tentava, na verdade, receber o prêmio do seguro, bem como pelo crime de incêndio. As penas somadas às quais os delitos correspondem podem chegar a 15 anos de prisão”, afirma o delegado João Valentim Neto.

Para piorar, um novo incêndio, dessa vez na entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, também atinge a região. E a origem, mais uma vez, é criminosa. Suspeitam de trilheiros.

“Inclusive, para a população da Região Serrana, traz um dano também complexo que é o escorregamento de encosta”, destaca o coronel Rafael Simão, do Corpo de Bombeiros.

Postar um comentário

0 Comentários